XXVI Congresso Mundial UNIAPAC Lisbon

União Internacional Cristã dos Dirigentes e Empresários atribuiu pela primeira vez prémio «Negócio como uma nobre vocação»

Galardão distinguiu projeto nas Filipinas que tem apostado na capacitação das populações mais pobres

Lisboa, 24 nov 2018 (Ecclesia) – A União Internacional Cristã dos Dirigentes de Empresários atribuiu hoje em Lisboa o prémio ‘Negócio como uma nobre vocação” ao filipino Ramon del Rosario, por um projeto que privilegia o apoio às populações carenciadas daquele país.

O galardão, atribuído pela primeira vez, foi entregue durante o Congresso Mundial da Uniapac, que está a decorrer na Universidade Católica Portuguesa.

Ramon del Rosario preside desde 2003 a um projeto de investimento (PHINMA) com iniciativas em setores como a educação e a habitação.

Na mensagem que deixou aos participantes do congresso, esta manhã, Ramon del Rosario destacou a responsabilidade dos empresários e líderes económicos em “usarem as suas posições para influenciar os governos na implementação de medidas que tenham em conta o bem-estar das populações”.

“A forma como fazemos as coisas têm o poder de mudar o mundo. Isto inclui gerir os negócios de forma justa e leal”, salientou Ramon del Rosario.

Nas Filipinas, a PHINMA, cujo lema é ‘A vida pode ser melhor’, procura contribuir para “a criação de empregos” e “escolher projetos que tenham um impacto real na vida dos mais pobres”, o que “é fundamental num país onde milhões de pessoas continuam a viver de forma muito desfavorecida”, salientou Ramon del Rosario.

Atualmente, a PHINMA apoio cerca de 75 mil estudantes, 75 por cento deles provenientes de famílias que ganham menos de 3 euros por mês.

De acordo com Ramon del Rosario, a PHINMA aposta forte no sucesso escolar dos estudantes, através do estabelecimento também de parcerias com instituições com experiência nesta área, sobretudo nos Estados Unidos da América.

E os resultados têm sido muito positivos, já que “a taxa de emprego dos alunos que conseguem um emprego no primeiro ano” a seguir à conclusão dos estudos “está nos 75 por cento”, realçou.

A outro nível, a PHINMA também está empenhada na área da habitação para as populações mais carenciadas, caminho feito a par com iniciativas que têm como objetivo a capacitação e inclusão social destas pessoas.

O presidente da Uniapac, Rolando Medeiros, salientou o “orgulho” da União Internacional Cristã dos Dirigentes de Empresários “em atribuir este prémio”.

“Um galardão que simboliza a forma como o negócio pode ser de facto”, como indica o título deste congresso, “uma nobre vocação e transformar a vida das pessoas”, completou.

O Congresso Mundial da União Internacional Cristã dos Dirigentes de Empresários (Uniapac) termina este sábado depois de três dias de trabalhos na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, dedicados ao tema ‘O Negócio como uma nobre vocação’

A iniciativa, que tem lugar de três em três anos, contou com a participação de cerca de 450 empresários, pensadores, académicos, políticos, representantes de igrejas e da sociedade civil, cristãos e não cristãos, provenientes de 32 países.

JCP

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta