I Encontro de Mentores CnE Next

Este foi um momento marcante pois, reunidos por zoom, juntaram-se pela primeira vez 9 grupos distintos e 18 mentores, provenientes de regiões diferentes, cada um com o seu caminho, mas com muitos desafios e pontos em comum

247

Realizou-se no passado dia 26 de maio, o 1º encontro de mentores dos grupos de Cristo na Empresa Next, contando com a participação de 15 pessoas.

O grupo de Cristo na Empresa Next  é uma oportunidade de crescimento para os jovens profissionais que procuram, no seu contexto empresarial, encontrar um equilíbrio para ser Igreja no dia-a-dia e no seu local de trabalho. As reuniões são mensais e os grupos são compostos por 8-10 elementos, com orientação espiritual de um padre e acompanhamento de 2 elementos seniores da ACEGE, a quem chamamos “mentores”.

Neste momento contamos já com 10 grupos de Cristo na Empresa Next, 9 dos quais são acompanhados por mentores. Estes mentores são associados da ACEGE e também eles possuem o seu próprio grupo de Cristo na Empresa. O seu papel é acompanhar, apoiar e partilhar a experiência de quem já viveu os mesmos dilemas, dúvidas e ansiedades.

Este foi um momento marcante pois, reunidos por zoom, juntámos pela primeira vez a voz da experiência de 9 grupos distintos, provenientes de regiões diferentes, cada um com o seu caminho, mas com muitos desafios e pontos em comum.

Importa referir que os grupos estão em estádios diferentes – o grupo mais antigo já tem um caminho percorrido de 5 anos, enquanto os grupos mais recentes ainda têm poucos meses de existência. Este facto tornou a partilha ainda mais rica, pois a ideia era aprender com o crescimento uns dos outros, para que os erros cometidos no passado possam ser retificados no presente e evitados no futuro.

Estas são as maiores dificuldades sentidas nos grupos de Cristo na Empresa Next, que queremos melhorar/implementar daqui para a frente:

  • Assiduidade – tal como todos os grupos de partilha tem de haver compromisso em colocar estas reuniões como prioridade. Para se combater as eventuais faltas de presença, as datas das reuniões são marcadas logo no início de cada ano.
  • Falta de preparação da reunião ou envio da mesma com pouca antecedência – isto leva a uma não interiorização do tema por parte dos restantes elementos do grupo e a uma partilha naturalmente menos profunda. A chave para o sucesso é simplificar, não querer fazer uma preparação muito elaborada.
  • Conclusão – para terminar a reunião e haver uma continuidade de um mês para o outro, os grupos Next sentem falta de uma síntese final, que possam levar para casa e adotar na sua vida futura.
  • Reuniões digitais – os grupos mais recentes foram forçados a começar o seu caminho através das plataformas digitais, o que dificultou a criação de laços. Este facto, comprova-nos a importância do encontro físico, do olhar olhos nos olhos, que é insubstituível pela tecnologia.

Todos os grupos Cristo na Empresa Next estão a funcionar bem e foram muitos os pontos de realce e louvor salientados pelos seus mentores:

  • Riqueza espiritual – a grande maioria dos elementos destes grupos abarcam experiências espirituais fortes, o que eleva o nível de profundidade das questões. Este ponto reflete-se também na maneira como estão, encarando a seriedade daquele espaço de partilha.
  • Assistência Espiritual: o acompanhamento dos padres é fundamental para esclarecer as inquietações e voltar à essência do evangelho
  • Grupos heterogéneos – trazem perspectivas de diferentes áreas (consultodoria, educação, cultura, política, agricultura, etc), o que enriquece muito a partilha entre todos.

Por último, foi também mencionado que os grupos de Cristo na Empresa não devem ser um espaço direccionado apenas para alguns, devemos abrir portas a outros que queiram juntar-se e viver a mesma experiência, independentemente da experiência anterior que tenham.

Se no próximo encontro de mentores, em vez de 15, contarmos com a presença de mais alguns, será sinal de que a Igreja tem vontade de crescer e fazer-se ouvir no mundo do trabalho, através de cada um de nós.

Aqui “pescam-se” homens e futuros grandes líderes. Se tens aquele amigo que encaixa nesta frase e que quer ser Cristo na sua empresa, desafia-o a inscrever-se. Para isso, basta enviar um e-mail para acegenext@acege.pt.

Pelos futuros grandes líderes, o nosso agradecimento especial aos mentores: Henrique Duarte, e Gonçalo Rebelo da Silva; Filipe Simões de Almeida e Pedro Gaivão; Maria José Barros e João Anacoreta; Sónia Aires e Rui Calejo; José Augusto; Isabel Paiva; Cristina Vaz Tomé e João Virott da Costa; Pedro Correia e Renato Paço; Ana Sofia Amaral Aparício e Paulo Marcelo.