Inicio Opinião

Opinião

Tempos de pandemia são tempos de reforma

As consequências desta pandemia são verdadeiramente globais, na medida em que envolvem toda a humanidade, gerando impactos negativos em diversos domínios da nossa vida...

Estamos em crise. E agora?

É preciso pôr em causa as leis económicas que produzem desigualdades e exclusão, compreender que elas são fruto de decisões políticas e que, como...

Construir Pontes para o Futuro (a lição da ACEGE)

No meio de tantas noticias negativas e alarmistas sobre a pandemia, que geram o medo e, muitas vezes a inação, gostava de começar esta...

Não ter medo. Olhar para a esperança!

Na qualidade de empresário este momento é pesado. Na condição de crente, não procuramos o privilégio, mas todos os instrumentos que conduzam ao bem...

“O ressurgimento da economia terá que ser num novo paradigma” – Fátima Amorim

Pouco mais de um mês passado depois do início da crise de saúde pública provocada pelo novo coronavírus, e ainda sem um fim certo...

“As empresas que queiram ter sucesso no futuro, têm de procurar conciliar a vida pessoal e profissional dos seus trabalhadores”

A frase é de Beatriz Mérida, da Fundación Másfamilia, numa sessão promovida pela ACEGE na sede do Santander, sobre conciliação família e trabalho. Uma frase...

Propósito: a essência de um novo modelo de gestão

O Propósito traduz em grande medida os Valores da empresa, orientados para o futuro, e também presentes na Missão, desta feita mais relacionados com...

Para uma nova ética do trabalho

Em homenagem ao Cardeal José Tolentino, republicamos artigo sobre o trabalho. Mesmo o trabalho aparentemente mais simples oferece a quem o faz, além do mero...

Precisamos de melhores empresas para o mundo

https://www.ver.pt/precisamos-de-melhores-empresas-para-o-mundo/

Por uma escolha mais familiar

https://www.ver.pt/por-uma-escolha-mais-familiar/

O Tempo Certo – mensagem para as férias

O tempo certo não tem de ser individual, isolado, ausência do(s) outro(s), de significado, de transformação, ou, até, de metas, de resultados, de objectivos....

Cultura do “E” ou do “OU”?

Na corrida do dia-a-dia, debaixo da tirania da urgência que prevalece sobre o que é, de facto, importante, temos vindo crescentemente a adotar modelos...