ACEGE apresentou livro sobre a transformação organizacional para o digital

311

Teve lugar no dia 27 de maio, no Hotel Pestana Grand no Funchal, a apresentação do livro “Ágil – A transformação organizacional para o digital”, da autoria do prof. Arménio Rego e de Miguel Pina e Cunha, embora só o primeiro estivesse presente.

A apresentação decorreu durante os habituais almoços organizados pela Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE) entre outras, contou com a presença do bispo do Funchal.

A obra, com chancela da ‘Principia’, está integrada num conjunto alargado de iniciativas que a Fundação Amélia de Mello e a Nova School of Business and Economics têm vindo a desenvolver, que vão desde o apoio a doutoramentos à atribuição de bolsas para alunos de mestrado e à realização de conferências sobre o complexo tema dos paradoxos das organizações e das pessoas que lidam diariamente com a necessidade da tomada de decisões de elevada sensibilidade e muitas vezes com resultados imprevisíveis. 

No contexto das comemorações dos 150 anos do nascimento de Alfredo da Silva, lê-se a apresentação da obra, “foram concretizadas várias iniciativas promovidas pela faculdade focando-se em temas que tivessem impacto para o futuro e fossem capazes de mobilizar a academia para a procura de novas linhas de investigação ou que trouxessem para um público mais alargado, que não unicamente o ligado ao ensino universitário, assuntos com relevância e efeitos estruturais na sociedade”.

Por outro lado, o Professor Miguel Pina e Cunha, «Fundação Amélia de Mello Professor of Leadership» na NOVA SBE, foram convidados “para uma reflexão sobre temas mais ligados à liderança e às organizações, considerando o objetivo de deixar legado a propósito das referidas comemorações. A perspetiva não foi a de que o foco incidisse sobre o passado de excelência de Alfredo da Silva, do Grupo CUF e dos que lhe sucederam, pois já existem vários projetos de investigação em curso sobre essas matérias. Aquilo que considerámos fazer sentido foi analisar o futuro da gestão das organizações face à transformação digital que existe e vai ser incrementada de forma muito acelerada nas nossas sociedades”.

Perspetivar o futuro é certamente muito difícil, mas há evidências do chamado «mundo digital» que nos rodeia, ideias e inovações que se perspetivam, realidades que precisamos de considerar e que já nos marcam fortemente. Neste contexto, os Professores Miguel Pina e Cunha e Arménio Rego “concretizam nesta obra uma magnífica contribuição para se olhar de forma muito impactante para o futuro das nossas organizações na era digital”. 

É consensual que a pandemia veio trazer uma aceleração radical a esta revolução digital, o que só nos deve motivar para esforços redobrados. No entanto, “como resulta da leitura da presente obra, o caminho desejável passa por evitarmos erros aqui identificados, bem como conhecer as pistas para uma reflexão ponderada, antes da ação propriamente dita.”

De resto, “é a essa tarefa que se entrega este livro. Os seus 11 capítulos dão conta das perspetivas de 20 autores conceituados sobre os desafios atuais do envelhecimento, lançando um olhar mais profundo e abrangente sobre as suas implicações para a saúde, a economia e a sociedade.

 

Texto por: Luísa Gonçalves / Fotografia: Duarte Gomes