Em Destaque

Santo Advento. Santo Natal. Feliz Ano Novo.

0 524

Queridos amigos,

A Paz esteja convosco. Esta saudação de Cristo, faz particular sentido neste tempo de Advento, a caminho do Natal. Tempo de Paz, tempo de encontro, tempo de caminho interior, tempo de família, tempo de proximidade com quem nos está próximo, tempo de misericórdia, tempo de perdão, tempo de renascer, tempo de recomeçar, tempo de retomar…

Neste ano de Misericórdia, através da ACEGE procurámos reflectir sobre o equilíbrio entre vida familiar e profissional. Não que existam 2 vidas mas uma só, com tempos próprios, nem sempre complementares e muitas vezes sobrepostos. Mas, por tudo isto, é um tempo para meditar na Família de Nazaré, nas dificuldades vividas, nos desafios que se colocaram, na forma como souberam escutar para melhor discernir o caminho, para melhor decidir, no SIM que transformou a historia da Humanidade (o SIM de Maria, mas também o SIM de José).

No Documento final do Sinodo de Lisboa, é referido algo que nos deveria inspirar, deste coração aberto ao sentido de Missão, [69]: Com Maria, (…) descobrimos um estilo materno de evangelizar, composto por «ternura e afeto», feito de prontidão e alegria, capaz de «reconhecer os vestígios do Espírito Santo» e de «contemplar o mistério de Deus no mundo, na história e na vida diária» (cf. EG.288). Como a Mãe do coração aberto, (…) somos chamados a «sair em direção aos outros para chegar às periferias humanas» e a «ser sempre a casa aberta do Pai onde há lugar para todos», sobretudo para os humildes, os pobres, os famintos e os fatigados (cf. EG 46-48).

O que tem tudo isto a ver com as nossas vidas? Com as nossas empresas? Com as nossas famílias? Com as nossas decisões? Com a forma como servimos? Como lideramos? Como criamos valor? Como o distribuímos? Como contribuímos?…

Também recentemente, decorreu em Roma o Congresso da UNIAPAC, onde o Papa Francisco nos exortava a uma economia inclusiva, mais justa, mais equilibrada, no desenvolvimento da nossa “casa comum”. Que o Menino que nasceu para os lados de Belém, cidade onde não arranjou lugar, nos ensine a sermos simples no olhar, sábios no coração, inteligentes no Amor, Verdadeiros na acção, abertos ao assombro do convite que nos é feito, de sermos, no nosso contexto pessoal, Discípulos em Missão, com o sonho de chegar a todos.

Santo Advento. Santo Natal.

Feliz Ano Novo.

João Pedro Tavares