Opinião

“Portugal tem Futuro – A missão dos líderes empresariais cristãos”

No Grande Hotel do Porto, um dos símbolos históricos da cidade desde 1880 e recentemente renovado, realizou-se o primeiro almoço-debate 2011 da ACEGE- Porto, na Sala D. Pedro II, em estilo renascentista e num ambiente de grande elevação, em contra ponto com a campanha eleitoral para as Presidenciais a decorrer simultaneamente na rua, momento no qual deveria ser exigida a maior das elevações democráticas bem como maior civismo, num culminar de falta de Ética e de Valores básicos orientadores de uma sociedade moderna, a merecer uma reflexão de todos e a favor de uma profunda tomada de posições Activas.

Tendo como palestrante a Sra. Dra. Leonor Beleza que numa notável abordagem ao Líder Empresarial que foi António Champalimaud e o seu desejo de criar uma Fundação destinada à pesquisa na área da medicina. António Champalimaud, criador genial de Riqueza e de Coisas, não quis em vida que se soubesse deste seu legado. Sobre esta maravilhosa apresentação já devidamente divulgada no sítio da ACEGE www.acege.pt e à qual um dos convidados afirmou, “simplesmente fantástico, nem parece que estamos em Portugal”, é de referir que o facto de a ACEGE ter escolhido “Portugal tem Futuro” para tema 2011, foi realçado por Leonor Beleza como uma redobrada vontade de falar da Fundação.

© DR

Com uma equipa actual de 100 cientistas e investigadores do mais alto nível, dedicados à investigação das doenças das “ciências da vida”, com o objectivo primeiro de melhorar as condições de saúde das pessoas, iniciando a actividade na área da Visão e com a atribuição anual de um valioso prémio de 1 milhão de Euros já em 5ª edição, e tendo em conta que o próprio fundador também ele sofreu muito com problemas de visão, nada melhor que deixar o nome de Portugal e de António Champalimaud ligado exactamente a esta área da Visão.

Hoje, igualmente, a Fundação aposta na área do cancro, tema de profunda envolvência pessoal e familiar, de toda uma sociedade, e daí o interesse em aproximar-se das Escolas no sentido de divulgar a acção da Fundação e estimular os jovens Portugueses a seguir a via da investigação científica. “A educação científica na juventude é crucial”, afirmou Leonor Beleza. A não aposta na carreira científica médica pode ser dramática!

Sem dúvida que todos os convidados sentiram o peso positivo da realidade desta Fundação, através da apresentação e explicações detalhadas com que Leonor Beleza elaborou a sua palestra.

No diálogo estabelecido no final da apresentação foram levantados diversos temas tais como o do Sr. Dr. Fleming de Oliveira, cirurgião Portuense de reconhecido Valor Científico e Humano que após se regozijar com a magnífica apresentação sobre a Fundação destinada à investigação cientifica na área da medicina, referiu como valor de uma investigação translacional multidisciplinar a nível mundial e com sede em Portugal, nos fez sentir um grande País e orgulho de sermos Portugueses.  Na  questão apresentada à palestrante, referiu-se os aspectos condicionantes  das cirurgias oncológicas  a realizar naquele Centro, uma vez que ainda não são  exequíveis. Esta questão permitiu divulgar outros assuntos relacionados e acrescentou que nesta fase as cirurgias serão realizadas em hospitais com protocolos de acordo.
O Sr. Dr. Guimarães dos Santos muito respeitável cirurgião oncológico, ex-director do IPO -Porto durante muitos anos, também enalteceu este excelente projecto e colocou à Sra. Dra. Leonor Beleza a problemática dos tratamentos oncológicos e a sua interacção com o serviço nacional de saúde. Informou ser este problema extremamente importante e estar em curso a negociação com a Ministra da Saúde  para que o Centro seja integrado em área das redes de referenciação oncológica.

Pela direcção da ACEGE do Porto o Sr. Dr. José Manuel Vilaça Carneiro abordou o tema da heterogeneidade da equipa e das dificuldades legítimas na funcionalidade de um verdadeiro Espírito de Equipa, o que Leonor Beleza corroborou mas afirmando que com linhas claras, em que cada um saiba qual é o seu papel, com respeito, regras e hierarquização, a capacidade humana de trabalho em equipa torna-se uma realidade. Num claro elogio à Liderança Empresarial de Leonor Beleza, Vilaça Carneiro rematou afirmando que “pessoas excepcionais, tem ideias excepcionais e criam igualmente equipas excepcionais”.

Em período de dificuldades acrescidas para Portugal, como foi bom sentirmos, após esta excelente palestra, que exemplos como o da Fundação António Champalimaud são prova da existência de Líderes Empresarias e que Portugal tem Futuro.

O nosso obrigado à Sra. Dra. Leonor Beleza com votos de continuado sucesso.

ACEGE – Núcleo do Porto
David Forrester Zamith