Em Destaque

Mensagem de Advento

0 114

Queridos amigos,

A Paz esteja convosco neste tempo de Advento e de Natal. Advento de espera, de esperança, de preparação, de chegada, na certeza desta palavra, tão necessária nos tempos que correm. Escolhe a Igreja começar o ano litúrgico antes de terminado o ano civil, precisamente para preparar uma Vinda, no nascimento de Cristo, que antecipa a chegada de um novo ano recentrando-nos no Essencial.

Este ano tivemos o privilégio de peregrinar, enquanto ACEGE, à Terra Santa e ir à terra que nos guia. Não num voltar atrás mas um ir à frente, precisamente para onde vamos, não num caminho apenas terreno mas sobretudo espiritual. Fizemos o caminho representando todos os nossos associados mas também os nossos colegas e empresas, famílias e amigos, presentes e ausentes, agradecendo e recordando os que mais precisam.

“É o Senhor!”, foi este o clamor do “discípulo amado”, feito depois de uma pesca absolutamente marcante, que nos inspirou e representou a passagem da noite para o dia, foi o clamor que nos inspirou. “É o Senhor!” deve ser o clamor do nosso quotidiano, feito reconhecimento e presença permanente, nos nossos desafios, nos trabalhos e canseiras, nos desânimos e vitorias.

“É o Senhor!” foi o grito dos pastores, o reconhecimento dos magos, nos primeiros anúncios do Salvador, numa historia que tinha tudo para não correr bem mas que foi o Bem Maior de Deus para com a humanidade, a vinda do bebé Jesus que celebramos neste tempo de Advento e Natal.

Não posso deixar de recordar que vivemos no nosso país um ano em que fomos assolados pelos incêndios, muitos perderam vidas, famílias, bens materiais, histórias de vida que desapareceram de forma inesperada, cercados pela violência das chamas. Não posso deixar de recordar em final de ano esta realidade tão presente, o desespero, os gritos, a dor, esta tristeza numa natureza queimada num preto de luto. Mas também, os testemunhos de esperança, de solidariedade que surgiram, as historias que renasceram das cinzas, o sentido de responsabilidade entre todos.

No próximo ano teremos novos motivos de Esperança e de oportunidade. Continuaremos a nossa peregrinação no mundo, chamados a sermos “Luz no alto do monte”. Cabe-nos ir mais longe neste caminho, no testemunho de vida, na exortação da palavra, na criação de valor, na justa distribuição, contribuindo para um mundo mais solidário, mais humano, mais feliz.

Que o Menino que nasceu para os lados de Belém, cidade onde não arranjou lugar, nos ensine a sermos simples no olhar, sábios no coração, inteligentes no Amor, Verdadeiros na acção, abertos ao assombro do convite que nos é feito, de sermos, no nosso contexto pessoal, “Como Cristo na Empresa”, com o sonho de chegar a todos mas, sobretudo, de O deixar chegar, cada dia mais, ao nosso coração.

Santo Advento. Santo Natal.

Feliz Ano Novo.