AconteSER

Foco nas pessoas é chave da competitividade

Dar ferramentas a quem tem a missão de conduzir a organização ao sucesso através de uma liderança responsável é o objectivo do Ciclo de Workshops “Liderança e Empresa”, que decorre ate Dezembro, um pouco por todo o País. Em entrevista, João Pargana, um dos coordenadores destas sessões, explica que no contacto com “novas abordagens e estratégias” para os líderes das PME, prevalece “o foco nas pessoas, como elemento chave da competitividade”
POR GABRIELA COSTA

Está a decorrer desde Outubro e até Dezembro, um pouco por todo o País, um Ciclo de Workshops sobre Liderança e Empresa. Dirigida aos líderes das Pequenas e Médias Empresas, a iniciativa promovida pela Acege – Associação Cristã de Empresários e Gestores, no âmbito do Programa AconteSER: Liderar com Responsabilidade, reflecte sobre seis temáticas de Liderança Responsável, com importância estratégica para o sucesso das organizações:
“Patrão a Líder”; “Tempo para gerir o Tempo”; “O Feedback que Funciona”; “Reposicionamento Estratégico das Empresas”; “Inovação e Gestão da Mudança”; e “Gestão de Projectos”.

O objectivo é apoiar estes dirigentes no desenvolvimento de práticas nesta matéria. Para tanto, os Workshops assentam numa metodologia participativa e experiencial, que integra o debate e a reflexão sobre os temas em análise com o treino de competências e experiências práticas.

Coordenadas por João Pargana, professor convidado do ISEG (Económicas) e partner da Cherry Myle e por Peter Balikó, consultor nas áreas de Gestão de Projectos e Gestão da Mudança, as sessões têm lugar em seis cidades diferentes: Aveiro, Braga, Caldas da Rainha, Évora, Leiria, Torres Vedras e Vila Real.

Em entrevista ao VER, João Pargana sublinha que “em tempos difíceis, é importante que quem está à frente de uma empresa, independentemente da sua localização, possa parar para tomar contacto com novas abordagens, reflectir e reequacionar formas de agir”. Os benefícios garante, “serão sentidos não só na adopção de novas estratégias como da própria energia reforçada com que um líder sai de uma experiência desta natureza”.

© DR
João Pargana, professor convidado do
ISEG (Económicas) e partner da
Cherry Myle

A ACEGE, através dos seus núcleos regionais, está a realizar um ciclo de seminários dedicados à temática “Liderança e Empresa”. Quais são os grandes objectivos desta iniciativa que decorre um pouco por todo o país?
A resposta a esta questão está espelhada naquilo que também trabalho com os participantes: analisar motivações e comportamentos para conduzir à tomada de consciência sobre que tipo de gestor e de líder são; dar a conhecer o caminho a percorrer até à Liderança com Responsabilidade e os ‘extras’ a acrescentar para uma liderança extraordinária; e treinar, em sala, as competências do líder, considerando valores, ética e responsabilidade.

O Ciclo dirige-se aos líderes das PME, reflectindo sobre seis temáticas de Liderança Responsável. Que importância estratégica tem para o sucesso das organizações que os seus líderes adquiram ferramentas teóricas e práticas nestas áreas essenciais da gestão?
O sucesso das organizações está cada vez mais ligado ao seu principal activo – as pessoas. E, estas, precisam de líderes que, entre outros, sejam capazes de:
. “Envolver” (engagement) a equipa;
. “Responsabilizar” por processos e resultados da organização;
. “Desenvolver” o potencial individual dos colaboradores;
. “Considerar” a motivação individual (a pessoa e o profissional).

No ciclo que estamos a desenvolver, o foco da Cherry Myle tem sido dar ferramentas de aplicação prática e quotidiana àqueles que têm a missão de conduzir a organização ao sucesso, através das pessoas e da sua liderança com responsabilidade.

Na prática, em que medida é que estes seminários, assentes numa metodologia participativa e experiencial, ajudam os líderes das PME a desenvolver práticas de Liderança Responsável?
Todos os participantes nos seminários são gestores, muitos com larga experiência de liderança de equipas, e a melhor maneira de “aprender” é fazendo. Por isso todos os workshops têm no seu âmago casos práticos do dia-a-dia empresarial que permitem aos participantes, através de role-plays, “errar e aprender”. E “aprende-se” aceitando o feedback dos outros e transportando-o para a realidade. Desenvolve-se assim o sentido da responsabilidade na liderança.

Acredita que a realização dos seminários em vários pontos do País permite a disseminação destas boas práticas entre empresas estranguladas pela crise socioeconómica, contribuindo para reforçar a sua competitividade?
Acredito que em tempos difíceis é importante que, quem está à frente de uma empresa, independentemente da sua localização, possa parar para tomar contacto com novas abordagens, reflectir e reequacionar formas de agir. Os benefícios serão sentidos não só na adopção de novas estratégias como da própria energia reforçada com que um líder sai de uma experiência desta natureza.

“Estas formações incentivam o participante a tornar extraordinária a dimensão do seu trabalho, enquanto gestor e líder”

.

Por essa razão, os programas que estão a ser implementados assentam no reforço de valores e no foco nas pessoas, como elemento chave da competitividade. A ACEGE está de parabéns por levar estes workshops a diferentes localizações.

Coordena a formação nas temáticas focadas no papel do líder, na gestão do tempo e na área da avaliação e reconhecimento. Quais são os objectivos específicos de cada uma destas áreas?
O objectivo global destas três formações é incentivar o participante a acrescentar à sua vida, enquanto gestor, líder e profissional, os ‘extras’ necessários para tornar extraordinária essa dimensão do seu trabalho, como referi. O pressuposto desta abordagem (que é a da Cherry Myle), é de que não precisamos de mudar tudo o que fazemos, mas sim acrescentar os ingredientes ‘extras’, com potencial para fazer uma diferença ética e responsável.

De uma forma específica, eis os objectivos para cada formação:

Patrão a Líder

  1. Analisar motivações e comportamentos para conduzir à tomada de consciência sobre que tipo de Patrão e Líder somos.
  2. Dar a conhecer o caminho a percorrer até à Liderança: de Patrão a Líder.
  3. Treinar, em sala, as competências do Líder: na tomada de decisões, na comunicação e no envolvimento.

O Feedback que Funciona

  1. Definir objectivos e dominar as condições para o feedback ser eficaz.
  2. Clarificar e distinguir o feedback sobre competência, do feedback sobre atitude. Conhecer os ‘extras’ a ter em conta.
  3. Feedback quotidiano e Avaliação do desempenho. O que os distingue?
  4. Treinar a forma e o conteúdo do feedback que funciona.

Tempo para gerir o Tempo

  1. Conhecer os erros comuns na gestão do tempo.
  2. Ser capaz de utilizar as ferramentas de prioritização.
  3. Perceber como contornar os grandes desafios: interrupções, distracções, a gestão do “atrasado” e da agenda.
  4. Determinar as causas internas de má gestão do tempo na organização e como ultrapassá-las.

Que primeiro balanço faz dos workshops já realizados, em termos de nível de participação, motivação dos participantes e opinião dos mesmos sobre os temas analisados e a metodologia aplicada? E que expectativas tem, face aos próximos workshops?
Até à data já realizei workshops em Évora, Braga, Vila Real e Leiria. Em todos os locais a participação dos participantes foi excelente, com um sentido de responsabilidade notável, que se manifestou no “querer aprender”.

Realço, ao nível da motivação, o envolvimento activo quer nas reflexões havidas, quer principalmente nos role-plays efectuados, durante os quais todos se oferecem para participar, aceitando não só o meu feedback como o dos outros participantes.

A minha expectativa é que estes níveis de motivação e participação se mantenham nos próximos Workshops.

“Liderança e Empresa”: Agenda em curso
© DR

DE PATRÃO A LÍDER (formador: João Pargana)
. 28 de Novembro @ ACIB – Associação Comercial e Industrial da Bairrada – AVEIRO

O FEEDBACK QUE FUNCIONA (formador: João Pargana)
. 26 de Novembro @ Gaspar Castro, Romeu Silva & Associados – BRAGA
. 26 de Novembro @ Estalagem Quinta do Paço, Arroios – VILA REAL
. 28 de Novembro @ Auditório G/R/U/P/O – LEIRIA

TEMPO PARA GERIR O TEMPO (formador: João Pargana)
. 27 de Novembro @ Auditório EXPOESTE – CALDAS DA RAINHA
. 27 de Novembro @ Évora Hotel – ÉVORA
. 11 de Dezembro @  Gaspar Castro, Romeu Silva & Associados – BRAGA
. 11 de Dezembro @ Estalagem Quinta do Paço, Arroios – VILA REAL

GESTÃO DE PROJECTOS (formador: Peter Balikó)
. 4 de Dezembro @ Auditório Expoeste – CALDAS DA RAINHA
. 12 de Dezembro @ Centro de Apoio ao Empresário da Região Oeste – TORRES VEDRAS

INOVAÇÃO E GESTÃO DA MUDANÇA (formador: Peter Balikó)
. 28 de Novembro @ Centro de Apoio ao Empresário da Região Oeste – TORRES VEDRAS