Opinião

AconteCeu – AconteSer

O projecto AconteSer teve a sua sessão de encerramento, da sua fase 1 do Programa, “Portugal tem futuro – Liderar com responsabilidade”,no passado dia 16 em Braga, com a colaboração da ACEGE – Núcleo de Braga, Associação Comercial de Braga e AIMinho – Associação Empresarial, bem como a presença do Arcebispo de Braga, Senhor Dom Jorge Ortiga, Ministro da Administração Interna, Sr. Dr. Miguel Macedo e do Presidente da ACEGE, Sr. Dr. António Pinto Leite.
POR DAVID ZAMITH

David Zamith
ACEGE- Núcleo do Porto

Parabéns à ACEGE, e ao reconhecido êxito, bem como a toda a equipa que deu corpo a este inovador, moderno e necessário projecto, numa nova abordagem destinado a PME’s e que teve a presença de mais de 1.000 Líderes Empresariais a nível nacional, presentes nos inicialmente programados 30 seminários, posteriormente alargados a 42 e com o envolvimento de 12 Associações Empresarias.

Números que nos trazem também a responsabilidade de pensar no futuro para continuarmos a fazer AconteSer. Foram sem dúvida temas da maior acuidade e acolhidos com interesse pelos Líderes Empresariais, a saber:

  • Como Receber a Horas?
  • Liderança Responsável.
  • Motivação de Colaboradores em Tempos de Crise.
  • Conciliação Família e Trabalho.
  • Distribuição nacional do Kit AconteSer.

É bom poder olhar para estes meses de intensa actividade, percebendo as acções desenvolvidas, a importância essencial que cada Núcleo da ACEGE teve na concretização do programa e constatando que, trabalhando em conjunto, conseguimos realmente fazer coisas grandes.

Em todas as intervenções desta sessão de encerramento foram referenciados aspectos relativos à crise, à austeridade actual e futura próxima, da esperança em melhores dias à necessidade de tudo ser feito para evitar o despedimento, até à importância da Responsabilidade Social nos Líderes Empresariais como primeiros actuantes. E sobre este tema António Pinto Leite, iniciou a sua alocução afirmando:

“Se os Líderes falharem, falha a sociedade no seu todo!”

AconteSer foi um projecto que a crise transformou num Exemplo. Os mais velhos ouviram os seus Pais a dizer que a sua crise fora bem mais dura do que a que vivemos hoje, basta relembra os tempos da guerra!

Para 2012 temos uma obrigação de “Sentido Social”, em ordem a proteger aqueles que na realidade vivem em crise, afirmou António Pinto Leite.

Eis como o “amor ao próximo” se torna numa ferramenta de gestão, ou seja, tratamos os outros como gostaríamos de ser tratados, seja ao nível dos clientes, fornecedores ou colaboradores (os melhores e principais activos na empresa). Esta a atitude permanente, como que a ser o 1º mandamento do Empresário.

Noutra fase do seu pensamento António Pinto Leite deixou aos empresários e gestores presentes a sua mensagem para 2012, como sugestão para os Empresários e Gestores Portugueses seguirem como orientação, a saber:

Os 3 Critérios

  1. Para 2012 os empresários Portugueses devem interiorizar a “Protecção ao Emprego”, na medida do possível. Ponha-se na empresa tudo em causa menos o “Emprego”, já que cair no desemprego, principalmente para os mais velhos, isso sim, é o drama maior.
  2. Promover “Pagamentos a Horas”, que segundo o estudo encomendado pela ACEGE a Augusto Mateus prova a dimensão assustadora sobre o desemprego, verdadeira bola de neve que nos coarcta a cadeia de distribuição do valor e tem levado a mais falências.
  3. Num ideal levado ao concreto a perspectiva de reconhecimento do “Amor ao Próximo”, seja desde logo pela não destruição da Concorrência ou pelo cumprimento no pagamento de impostos, lembrando que facilmente se pode atingir um valor de 60% quando em presença de falta de Ética Comercial. Idealismo levado ao concreto, parecendo eventualmente obscuro, mas na realidade pode ser o 1º mandamento das regras dos empresários.

A vida ensina-nos que não é só a Fé a fazer diferença, mas igualmente a Generosidade Humana opera verdadeiros milagres junto daqueles que na verdade sofrem no circunstancial.

Tenhamos todos Esperança, pois vamos dar a volta à situação actual, sendo que os Líderes Empresariais têm um papel essencial, com a sua correcção, pelo diálogo com rosto, até à postura natural de uma Ética Comercial como primado da ACEGE para uma concorrência sadia, e a não ser desvirtuada, e pela Generosidade Humana.

AconteCeu o AconteSer, o primeiro e com total sucesso, votos para que novas acções, igualmente importantes e actuantes, se lhe sigam!

“Portugal tem futuro – Liderar com responsabilidade”